Glossário

Preparamos essa página contendo as principais terminologias do universo financeiro.

Aqui você pode tirar suas dúvidas sobre os termos e expressões usados na área de investimentos, educação financeira e previdenciária.

Administração Ativa

Tipo de estratégia para se administrar um fundo de investimento, na qual o administrador do fundo constitui uma carteira, mas não necessariamente investe em ativos representativos de um índice previamente definido. O administrador compra e vende ativos tentando obter uma rentabilidade que supere a de índice estabelecido como referência.

Administração Passiva

Tipo de estratégia para se administrar um fundo de investimento, na qual o administrador do fundo investe em ativos buscando replicar a carteira de um índice previamente definido. Desta maneira, o retorno do fundo corresponderá aproximadamente ao retorno do índice escolhido.

Balanço Patrimonial

Registro contábil resumido do estado patrimonial de uma empresa ou Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC), que apresenta os saldos credores e devedores num certo período. O documento deve demonstrar a exata situação econômico-financeira da Entidade e dar por encerradas as operações contábeis do período.

Caderneta de Poupança

Aplicação tradicional que permite ao investidor aplicar pequenas somas com liquidez a cada 30 dias. É o único investimento garantido pelo Governo Federal, sendo também isento de imposto de renda.

Demonstração do Ativo Líquido do Plano

Apresenta a composição e o valor do Ativo de cada Plano de Benefícios administrado pela Entidade Fechada de Previdência Complementar (EFPC), deduzido das obrigações operacionais e contingenciais, dos fundos não Previdenciais (Fundo Administrativo e Fundo dos Investimentos).

Demonstração da Mutação do Ativo Líquido

Apresenta os fatos contábeis modificativos do Ativo Líquido – adições e destinações – de cada Plano de Benefícios Previdenciais administrado pela Entidade.

Demonstração da Mutação do Patrimônio Social

Apresenta as destinações dos Planos de Benefícios Previdenciais e assistenciais geridos pela Entidade e da Gestão Administrativa, cuja soma resulta nos valores que aumentam ou diminuem o Patrimônio Social da Entidade.

Demonstração das Provisões Técnicas do Plano de Benefícios

Demonstração obrigatória que apresenta a composição das provisões técnicas de cada Plano de Benefícios Previdenciais administrados pela Entidade Fechada de Previdência Complementar (EFPC).

Demonstração do Plano de Gestão Administrativa

Apresenta os resultados administrativos consolidados, contendo a abertura das receitas e despesas administrativas comuns e específicas da Entidade na gestão dos Planos de Benefícios Previdenciais.

Demonstrações Financeiras

Conjunto de demonstrativos financeiros que compõem o Relatório Anual de uma empresa.

Demonstrativo de Investimentos

Radiografia das aplicações financeiras dos Planos de Benefícios feitas mensalmente pela Entidade Fechada de Previdência Complementar (EFPC), cuja divulgação para Participantes e Assistidos, passou a ser anual em 2006.

Despesa Administrativa

Valor gasto com a administração do Plano de Benefícios.

Equivalência patrimonial

Ajuste contábil que a empresa realiza periodicamente, em relação ao valor patrimonial de seus investimentos em outras sociedades, por conta de mutações patrimoniais destas últimas (lucro, prejuízo, etc.) ou fatores externos, como a variação cambial.

FMI

Fundo Monetário Internacional - Organismo internacional com 184 países membros, com objetivo de promover a cooperação monetária internacional, estabilidade cambial e acordos cambiais ordenados, estimular o crescimento econômico e altos níveis de emprego, e proporcionar assistência financeira temporária a países para auxiliar os ajustamentos dos balanços de pagamentos.

Governança Corporativa

Práticas e relacionamentos entre Acionistas/Cotistas, Conselho de Administração, Diretoria, Auditoria Independente e Conselho Fiscal, com a finalidade de otimizar o desempenho da empresa e facilitar o acesso ao capital.

Hedge

Estratégia pela qual investidores com intenções definidas procuram cobrir-se do risco de variações de preços desvantajosas para seus propósitos. A operação de hedge não significa que o risco da operação foi eliminado totalmente.

IBOVESPA

Índice da Bolsa de Valores de São Paulo. Mede a lucratividade de uma carteira hipotética das ações mais negociadas na BOVESPA. Cada ação integrante da carteira recebe um peso que varia de acordo com sua liquidez.

Nenhum item cadastrado

Nenhum item cadastrado

Nenhum item cadastrado

Marcação a Mercado

Critério para registro e avaliação contábil de títulos e valores mobiliários e instrumentos financeiros derivativos pelo preço de mercado do dia. No caso de instrumentos associados a taxas de juros (pré-fixados, swaps, títulos cambiais, futuros de juros, etc.) deve-se usar a curva de juros do dia para trazer os fluxos a valores presentes e não a curva original do papel.

Notas Explicativas

Informações mais detalhadas sobre assunções contábeis ou da operação em geral de uma empresa, que são adicionadas aos demonstrativos contábeis.

Nenhum item cadastrado

Parecer Atuarial

Documento elaborado pelo atuário que certifica o nível de reservas e situação financeiro-atuarial do Plano. O atuário expressa seus comentários técnicos a respeito dos métodos, hipóteses, dados e resultados obtidos na avaliação atuarial do Plano de Benefícios. Além disso, faz recomendações, expressa conclusões sobre qualquer outro assunto inerente à sua competência.

Patrimônio Social

Diferença entre o valor dos Ativos e dos Passivos operacionais e contingenciais nas Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC) e Planos de Benefícios Previdenciais.

Plano de Gestão Administrativa

Ente contábil com a finalidade de registrar as atividades referentes à Gestão Administrativa da Entidade Fechada de Previdência Complementar (EFPC), na forma do seu Regulamento.

Política de Investimentos

Sintetiza os objetivos e metodologia na alocação dos recursos de cada um dos Planos administrados pela Entidade, em consonância com o disposto nas Resoluções do Conselho Monetário Nacional (CMN) e do Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC).

Quota

Fração de um fundo. Todo valor aplicado em um fundo é transformado em uma quantidade de quotas que irão evoluir de acordo com o desempenho da carteira do fundo. Todo investidor de um fundo é proprietário de quotas desse fundo. Multiplicando a quantidade de quotas pelo valor atualizado da quota, o investidor obtém o valor atualizado do seu investimento inicial.

Nenhum item cadastrado

Nenhum item cadastrado

Nenhum item cadastrado

Nenhum item cadastrado

Value at Risk ou VAR

Variação (ganho ou perda) máxima esperada para o segmento em determinado período de tempo e a partir de certa probabilidade de ocorrência, podendo ser expresso em R$ ou em percentagem.

Nenhum item cadastrado

Nenhum item cadastrado

Nenhum item cadastrado

Nenhum item cadastrado

Últimas Notícias

Pequenas economias no dia-a-dia

Quando você olha para a sua conta bancária, sempre pensa em como pode melhorar a...

Plano de carreira: 10 dicas para você atingir seus objetivos

Construir um plano de carreira ajuda você a pensar nos objetivos que deseja atingir no...

Reforma da Previdência não mudaria aposentadoria em 2019

Retomada da discussão sobre idade mínima pode gerar nova corrida aos postos do...

Aposentados pelo INSS sempre podem continuar trabalhando? Veja casos

Acabe com suas dúvidas sobre aposentadoria, tempo de contribuição ao INSS e casos em...